File not found


Era meia-noite

Brilhava o sol que até queimava

Ali estava os cinco, meu pai e eu

Refrescava a memória

Não lembrava-me de nada.



Era meio-dia

A lua estava exuberante no céu

Ali eu estava..

sentada naquela pedra de madeira

Saboreando um chocolate de erva cidreira.



Era meia-noite

Era meio-dia

Era, era, era..

Era cinco da tarde



O céu estava carregado

com as nuvens de algodão

As luzes do poste ainda apagadas

As pessoas se protegiam do sol

Levantava o cheiro de eucalipto

Não tinha terra molhada..



Ouvi alguém dizer:

- Vai reto.

Outro:

- Vai torto



Nós cinco

Meu pai e eu já nos preocupávamos

Era assim..

Meia-noite

Meio-dia

Cinco da tarde. 




P.S.: Xiiiiiiiiiiiiii, Marquinhoo.. surtei!!
Essa vai para meu "paezinho" que fala mil coisas ao mesmo tempo e eu quase não acompanho repetindo uma pergunta clássica no final. - Ãh??
E ele fica uma arara, rsss eita.
Pode-me surtar vivo pra vocês mesmo :D rssss

1 comentários:

Charlotte ! disse...

adoreii o blog ! O layout Muiito BoM! Bem criativo !

http://devaneiros.blogspot.com/

Elaine Cristina de Paula. Tecnologia do Blogger.

Meu fugaz devaneio..

Minha foto
Rio Claro, SP, Brazil
A essência da vida está com você, aproveite!

Vale a Pena Visitar

Devaneios Anteriores

Seguidores

Contador de visitas