Da cor - moreno jardim

“Fechada em sua concha

Ela espiou por cima do livro

Era um homem bonito

que sorria para mim

Ele está do outro lado

do jardim

Bem perto de mim..



Seus olhos moreno,

Sua boca amora

Seu cabelo batido com tons prateados

Refletia sob a luz do sol e,

Despertava atenção



Àquele jardim com

Bromélias, tulipas, margaridas..

Um moreno à enfeitar

E uma morena à desejar.



Se eu fosse..

E se eu ficasse..

Nada mudaria, pois

Ele me via

Me consumia

Como um drink me bebia toda

Dos pés a cabeça..



Ah, moreno..

Sua vontade me vigia

Me prende e solta

Me faz resgatar o passado

E descartar o futuro

E simplesmente, ignorar o presente..

Não me deixa viver
Só pensar..


O olhar é tão profundo..

E minha respiração tão funda



Se eu me levantar..

Se eu me levantar..

Eu juro

Não vou voltar



Se eu me levantar..

Se eu..

Vou te encontrar



Mas,

Se eu levantar..

Se eu levantar..

O mundo pode esperar.”

2 comentários:

Naby Lima. :P disse...

Adorei

você tem talento..

sucesso!

Amanda. disse...

adoreei o blog , tô seguindo *-*

Elaine Cristina de Paula. Tecnologia do Blogger.

Meu fugaz devaneio..

Minha foto
Rio Claro, SP, Brazil
A essência da vida está com você, aproveite!

Vale a Pena Visitar

Devaneios Anteriores

Seguidores

Contador de visitas