Desejo-me toda posivitividade - 2011



"Eu pensei que todo mundo fosse filho de papai Noel.."
É papai Noel, as badalas de sinos soaram todas na minha cabeça me enlouquecendo antes da sua chegada. Noite de Natal, eu sentia a revolta do desprezo em minha corrente sanguínea, sentia meu sangue coagulando e dilatando a minha artéria, meu coração sentia o cansaço dos pensamentos repetitivos tudo isso por que eu esperava um afago bem quente e carinhoso. Pobre paulista, enquanto as pessoas brindavam e riam com o sabor mágico do encanto que a noite de Natal trás, os olhares voltados para os presentes embaixo da arvore só aguardando o toque dos sinos para ser entregues, e eu estava sentada, isolada a pensar, preenchida por uma tristeza fora do comum, por um ar melancólico que não fazia parte dessa ternura. Como a cabeça do ser humano apaixonado é vingativa, olha o estrago interno que me causou, e eu não quis esse sentimento, briguei comigo mesmo por horas até o último minuto do segundo tempo, depois me entreguei as palavras desaforadas. Sabe, eu podia dizer que isso só acontece comigo que esse terror psicológico só me atormenta, mas pesquisei por conta, e outras mulheres se sentem assim em determinadas situações, deixa eu explicar. Se amamos e somos correspondidas, ficamos bem e conseguimos ter força sobrenatural para suportar o insuportável, mas se percebemos que algo vai errado em nossa relação Pronto, tudo passa a ser vingativo dentro de nós uma briga de leões dentro de uma minúscula caverna de sentimentos e tudo se revolta trazendo perturbação mental. Ontem, minha inquietude era tão grande que imaginei cenas horríveis em um curta-metragem das trevas que inventei e produzi para a minha dor de cotovelo, com direito a pedido de casamento, declarações apaixonadas, familiares aprovando e me reprovando, uma tremenda confusão mental embasada em pequenos fatos geradores, como falta de atenção.
Em 2011, desejo-me amores, não igual ao desse ano, trancado dentro de uma jaula de dúvidas. Para 2011, desejo-me muitos amores daqueles que me fazem rir até chorar, naqueles que bebem e se garantem e principalmente, com humildade no coração.
Hum, melhor, melhor e melhor.
Desejo-me apenas um amor, um único amor.. para ser o pai dos meus 4 ou 5 filhos.
Quero repetir a sensação magnífica e única de acordar ao lado e aplaudir a beleza dada de presente para mim. rss

Decidi, vou-me casar em 2011!!

0 comentários:

Elaine Cristina de Paula. Tecnologia do Blogger.

Meu fugaz devaneio..

Minha foto
Rio Claro, SP, Brazil
A essência da vida está com você, aproveite!

Vale a Pena Visitar

Devaneios Anteriores

Seguidores

Contador de visitas