Meia dúzia deles




"É mês de Maio,
floresce a brisa na madrugada..
brisa que ajudar alegrar
o que seria triste.
Sem alegria a vida realmente,
seria muito fria."
"No dossiê da vida,
o que mais vale atingir
é o auge da ganância,
não existe paz de espiríto.
O dinheiro tanto compra felicidade
como emgrace e infraquece."
"Verão, sempre assim..
manhãs angustiosas,
tardes depressivas e,
noite de suícidas..
Verão estação da solidão."
"Na roda da vida
a droga é sempre
a maior escola..
Quem nela se forma.
Morre sem nunca ter
apreendido nada."


Versinhos e mais versinhos.. rss
Eu poderia ficar horas e horas postando um monte neles, pois cada palavra que sai da minha boca, saí assim.. cantarolando as rimas da literatura.
Esses são versinhos bem antigos, meados de 1989 a 1993.

0 comentários:

Elaine Cristina de Paula. Tecnologia do Blogger.

Meu fugaz devaneio..

Minha foto
Rio Claro, SP, Brazil
A essência da vida está com você, aproveite!

Vale a Pena Visitar

Devaneios Anteriores

Seguidores

Contador de visitas